UFC FIGHT ISLAND: RESULTADOS: Jack Shore e Lerone Murphy vencem no Fight Night 172, mas a colega britânica Molly McCann sofre derrota no card principal

No Fight Night 172 – o segundo evento realizado em Abu Dhabi, no novo local temporário de Dana White – duas emocionantes perspectivas britânicas Jack Shore e Lerone Murphy venceram no card preliminar.

Jack Shore

Shore comemora sua vitória no UFC Fight Night 172 na Ilha Yas, Abu Dhabi

Shore – descrito por White no ano passado como a “perspectiva mais quente” do Reino Unido – conquistou sua vitória ontem no Fight Island.

O galês travou um mata-leão no meio da segunda rodada, levando a sua 13ª vitória consecutiva e a segunda no UFC depois de derrotar Nohelin Hernandez de maneira idêntica em sua estreia no UFC no ano passado.


Lerone Murphy

Murphy, de Manchester, também foi vitorioso no card preliminar – conquistando sua primeira vitória no UFC ao derrotar Ricardo Ramos no final do confronto de peso pena.

Murphy, agora com um placar de 9-0-1 no MMA, disse: “Eu queria provar que pertenço aqui no UFC. Planejo passar o resto da minha carreira no UFC, subir ao topo, entrar no top 15 e, obviamente, um dia ser campeão. Vou voltar, me curar por um mês e depois voltar a treinar e crescer e crescer. ”

Depois de desenhar sua estreia no UFC, Murphy estava triunfando desta vez

Taila Santos

Única brasileira presente no card do UFC de ontem quarta-feira (15), em Abu Dhabi, Santos encarou a inglesa Molly McCann e anotou sua primeira vitória no evento. Melhor em todos os rounds, a atleta revelada pelo ‘Contender Series Brasil’ sobrou no octógono e imprimiu ritmo agressivo.

Depois de levar vantagem em pé, Taila derrubou a rival em todos os assaltos e manteve o castigo no chão. Aos 27 anos, a peso-mosca (57 kg) aumentou seu cartel para 16 triunfos, em histórico que conta com apenas um revés como profissional.

A disputa começou elétrica e com as duas competidoras dispostas a trocar potentes golpes em pé

Veja todos os resultados do 2º UFC na Ilha da Luta:

CARD PRINCIPAL

Calvin Kattar (EUA) venceu Dan Ige (EUA) na decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46, 48-47) – penas
Tim Elliot (EUA) venceu Ryan Benoit (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – moscas
Jimmie Rivera (EUA) venceu Cody Stamann (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – penas
Taila Santos (BRA) venceu Molly McCann (ING) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) – moscas feminino
Mounir Lazzez (TUN) venceu Abdul Razak Alhassan* (GAN) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – meio-médios

CARD PRELIMINAR

Khamzat Chimaev (SUE) finalizou John Phillips (EUA) com um triângulo de mãos a 1:12 do 2º round – médios
Lerone Murphy (ING) nocauteou Ricardo Carcacinha (BRA) aos 4:18 do 1º round – penas
Modestas Bukauskas (LIT) nocauteou Andreas Michailidis (GRE) ao fim do 1º round – meio-pesados
Jared Gordon (EUA) venceu Chris Fishgold* (ING) por decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26) – penas
Liana Jojua (GEO) finalizou Diana Belbita (ROM) com uma chave de braço aos 2:23 do 1º round – moscas feminino
Jack Shore (GAL) finalizou Aaron Phillips (EUA) com um mata-leão aos 2:29 do 2º round – galos

 

Sobre o autor: Lucas Oliveira
A arte suave pra mim é como poesia, alivia a alma, irradia como a luz do dia, renova as forças e faz do chão o começo de uma VITÓRIA!
%d blogueiros gostam disto: